segunda-feira, junho 05, 2006

Vômitos

"Mandei fazer de puro aço luminoso um punhal/ Para matar o meu amor e matei/ Às cinco horas na Avenida Central".
(não quero pôr autoria, o sentimento é meu agora)

Há quem se engane achando que procura INTIMIDADE, quando a questão é apenas VARIEDADE.

4 comentários:

Gui disse...

Ótimo!
Escreva mais...mais...adoro ver vc expor seus sentimentos...e vc faz isso com maestria.

Bjo

Gui disse...

Ótimo!
Escreva mais...mais...adoro ver vc expor seus sentimentos...e vc faz isso com maestria.

Bjo

Anônimo disse...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

Anônimo disse...

I find some information here.