quinta-feira, dezembro 28, 2006

o Artista, o Poeta... (palavras emprestadas)

"Poeta é um ente que lambe as palavras e depois se alucina".

"Seu França não presta pra nada -
Só pra tocar violão.
De beber água no chapéu as formigas já sabem quem ele é.
Não presta pra nada.
Mesmo que dizer:
- Povo que gosta de resto de sopa é mosca.
Disse que precisa de não ser ninguém toda vida.
De ser o nada desenvolvido.
E disse que o artista tem origem nesse ato suicida".

Manoel de Barros (de O guardador de águas, Ed. Civilização Brasileira)

4 comentários:

Gui disse...

Gostei da primeira definição...
Ser poeta não implica em, necessariamente, fazer poesia. Mas quem é que define quem é poeta, então? Basta brincar com palavras? Difícil, né?
Difícil, mas sempre há uma resposta. Você é poeta, e eu não sei porquê. Definir é complicado...

Beijo.

DaNy GumP disse...

Sou?!

Amém.

Anônimo disse...

Se vc tiver oportunidade, assista Doutores da Alegria, um documentário que tem tudo haver com isso...
Lucas

Eduardo disse...

Oi Dani. Adoro o Manoel de Barros pela sua simplicidade poética. Isso é tudo. Manoel de Barros. Mário Quintana. Paulo Leminski. Todos eles são simples mente poetas profundos em sua maneira de pensar o simples. Continue postando viu dani, não deixe o fogo apagar.